CONHECIMENTO DA ENDOMETRIOSE E INFERTILIDADE ASSOCIADA AO PERFIL POPULACIONAL FEMININO NACIONAL E DO ESTADO DE MATO GROSSO - REVISÃO

Autores

  • Thais Caroline Cavalcante de Sousa

Palavras-chave:

Endometriose, Infertilidade

Resumo

A endometriose é definida como a presença de membrana endometrial fora da cavidade uterina, dependente de estrogênio, manifesta-se durante os anos reprodutivos e está associada à dor pélvica e à infertilidade. Objetivo: O estudo objetivou a busca de conhecimentos sobre a doença, sua associação a infertilidade da mulher em fase reprodutiva e sua relação aos dados populacionais a nível nacional e regiões brasileiras, no caso o Estado do Mato Grosso, por meio da revisão da literatura e dados secundários do IBGE. Metodologia: Trata-se de um estudo, do tipo Revisão Integrativa fundamentada nos propósitos da Prática Baseada em Evidências (PBE) que visa à utilização de resultados constatados em pesquisa junto à assistência de saúde, elaborada a partir de estudos já publicados, utilizando buscas nas bases de dados BIREME, LILACS, SCIELO E MEDLINE no período entre 2002 e 2019 relacionando aos dados populacionais do IBGE. Resultados e discussão: Evidencia uma complexa patologia ginecológica, crônica, que ainda não há um tratamento definitivo para mulheres inférteis com endometriose e que desejam engravidar, o tratamento clínico e cirúrgico, associado às técnicas de reprodução assistida apresentam uma alternativa terapêutica, há semelhança nos resultados do perfil feminino a nível nacional e nas grandes regiões do país, assim como no Estado do Mato Grosso. Considerações finais: Observa-se o importante papel no diagnóstico precoce, avaliação abrangente, formulação de protocolos e tratamento oportuno a fim de desempenhar um papel importante na proteção da fertilidade das pacientes. Sua patogênese na medicina moderna ainda não está clara e o tratamento é baseado principalmente em drogas, cirurgia e tecnologias de reprodução assistida podendo ser aplicado e seguido em todo território nacional devido as semelhanças nos resultados do perfil da população feminina.

Publicado

2021-06-07

Edição

Seção

Artigos